Ampliação

Maternidade

Pronto Socorro

SADT

Agendar Consultas

(11) 4993 3773

Agendar Exames

(11) 4993 3767

Pronto atendimento

O serviço de Pronto-Atendimento do HMCG está à disposição 24 horas por dia para atender as urgências em diversas especialidades.

Saiba mais

Maternidade

A Maternidade do Hospital Christóvão da Gama oferece todo conforto e segurança para este momento tão esperado: A CHEGADA DO BEBÊ.

Saiba mais

Localização das unidades

Todos

O Lorem Ipsum é um texto modelo da indústria tipográfica e de impressão. O Lorem Ipsum tem vindo a ser o texto padrão usado por estas indústrias desde o ano de 1500, quando uma misturou os caracteres.

Novidades

Parabéns para todas as Mulheres!!!

08/03/2017
<img alt="" src="/FixedFiles/Noticia/mulher.jpg" />

CLÍNICO GERAL DO HMCG FAZ ALERTAS PARA UM CARNAVAL SEM RISCOS À SAÚDE DOS FOLIÕES

23/02/2017
<p style="text-align: justify;"><strong><span style="font-family: calibri, sans-serif;"></p> <p style="text-align: center;"><em><span style="font-size: 11pt; font-family: calibri, sans-serif;">Condicionamento f&iacute;sico e riscos de cont&aacute;gios sexuais fazem parte da aten&ccedil;&atilde;o redobrada</span></em></p> <p ><br /> Fevereiro 2017</span></strong><span style="font-family: calibri, sans-serif;"> &ndash; A mistura de calor excessivo, sedentarismo e alimenta&ccedil;&atilde;o inadequada pode ser uma bomba contra a sa&uacute;de dos foli&otilde;es durante o Carnaval. O alerta vale para adultos e, especialmente, para as crian&ccedil;as. O cl&iacute;nico geral Richard Rosenblat, do <strong>HMCG</strong>, afirma que &eacute; importante que o condicionamento f&iacute;sico esteja devidamente testado, antes de se aventurar pelos dias de festas. Outro alerta &eacute; quanto &agrave;s DST (doen&ccedil;as sexualmente transmiss&iacute;veis), que tendem a aumentar neste per&iacute;odo, quando a vigil&acirc;ncia no contato sexual fica em queda.</span></p> <p style="text-align: justify;"><span style="font-family: calibri, sans-serif;">&ldquo;Esta &eacute; uma festa que coincide com a esta&ccedil;&atilde;o mais quente do ano e, portanto, coloca as pessoas em estresse f&iacute;sico. J&aacute; os ingredientes t&iacute;picos do Carnaval s&atilde;o dan&ccedil;a e bebida alco&oacute;lica, apreciadas em ambientes quentes e tumultuados que adicionam elementos de risco para a sa&uacute;de dos foli&otilde;es&rdquo;, lembra o m&eacute;dico.</span></p> <p style="text-align: justify;"><span style="font-family: calibri, sans-serif;">Segundo o cl&iacute;nico geral, n&atilde;o &eacute; nenhum exagero recomendar que as pessoas que ir&atilde;o participar ativamente, principalmente os que t&ecirc;m idade acima de 40 anos,&nbsp;submetam-se a alguns testes b&aacute;sicos como eletrocardiograma, avaliem a press&atilde;o arterial e certifiquem-se de n&atilde;o estarem com nenhum tipo de altera&ccedil;&atilde;o de sa&uacute;de que possa provocar vertigens s&uacute;bitas, a exemplo do diabetes. &ldquo;Estas avalia&ccedil;&otilde;es s&atilde;o r&aacute;pidas e podem evitar que o foli&atilde;o submeta-se a exageros que possam abreviar os dias de festa&rdquo;, avisa doutor Rosenblat.</span></p> <p style="text-align: justify;"><span style="font-family: calibri, sans-serif;">Alimentar-se bem e sem intervalos muito longos &eacute; primordial para antes e durante o Carnaval. Os alimentos de f&aacute;cil digest&atilde;o como os carboidratos (arroz, macarr&atilde;o, p&atilde;es) s&atilde;o os mais recomendados. As barrinhas de cereais tamb&eacute;m s&atilde;o &oacute;tima op&ccedil;&atilde;o e podem ser levadas para as festas, para garantir dose extra de energia. Ingerir muito l&iacute;quido antes, durante e depois da folia tamb&eacute;m faz parte das recomenda&ccedil;&otilde;es, com prefer&ecirc;ncia &agrave; &aacute;gua e sucos. &ldquo;A bebida alco&oacute;lica pode ser ingerida com modera&ccedil;&atilde;o e sua ingest&atilde;o deve ser alternada com alimentos e l&iacute;quidos n&atilde;o alco&oacute;licos, para que o corpo n&atilde;o entre em estresse&rdquo;, informa. &nbsp;</span></p> <p style="text-align: justify;"><strong><span style="font-family: calibri, sans-serif;">Crian&ccedil;as</span></strong><span style="font-family: calibri, sans-serif;"> &ndash; De maneira geral, a orienta&ccedil;&atilde;o &eacute; que os foli&otilde;es n&atilde;o habituados a atividades exaustivas devem respeitar os pr&oacute;prios limites. Para os pais, vale lembrar que os cuidados com as crian&ccedil;as s&atilde;o os mesmos que para os adultos e recomenda-se deixar que eles tenham um descanso adequado, especialmente nos intervalos entre uma atividade e outra. O sono &eacute; ainda mais essencial nestes momentos como efeito reparador do organismo.</span></p> <p style="text-align: justify;"><span style="font-family: calibri, sans-serif;">De acordo com o especialista, os p&eacute;s, assim como em qualquer atividade f&iacute;sica, s&atilde;o os que mais sofrem com as horas de sacolejos, pois s&atilde;o o maior ponto de impacto com o ch&atilde;o. &ldquo;O ideal &eacute; evitar ficar descal&ccedil;o ou de sand&aacute;lias. A prefer&ecirc;ncia s&atilde;o cal&ccedil;ados leves, confort&aacute;veis e fechados para evitar se machucar e antecipar o fim da festa. Uma boa op&ccedil;&atilde;o &eacute; cal&ccedil;ar t&ecirc;nis que foram amaciados com o uso&rdquo;, diz o m&eacute;dico. Seguindo as boas dicas e usando o bom senso, agora &eacute; s&oacute; aproveitar a alegria contagiante do Carnaval!<br /> <div style="text-align: center;"><img alt="" src="/FixedFiles/Noticia/farm_carnaval_frevo1_2159510150f5898c61d78.jpg" style="width: 300px;" /></div> </span></p>

Câncer infanto-juvenil é tema do Dia Mundial do Câncer 2017

03/02/2017
<h2 style="font-size: 20px; font-weight: bold; color: #a83f3f; font-family: arial; text-align: justify;"></h2> <span style="color: #333333; font-family: arial; font-size: 13px; text-align: justify;">A campanha do INCA para o Dia Mundial do C&acirc;ncer (4 de fevereiro) deste ano tem como tema o c&acirc;ncer infanto-juvenil.&nbsp; No Brasil, o c&acirc;ncer &eacute; a principal causa de morte por doen&ccedil;a em crian&ccedil;as e adolescentes, sendo superada somente pelos acidentes e mortes violentas. Entre 2009 e 2013, o c&acirc;ncer foi respons&aacute;vel por cerca de 12% dos &oacute;bitos na faixa de 1 a 14 anos, e 8% de 1 a 19 anos. No Brasil, foram registradas 2.724 mortes por c&acirc;ncer infanto-juvenil em 2014 (ano mais recente com informa&ccedil;&otilde;es compiladas).</span> <p style="color: #333333; font-size: 13px; text-align: justify;">Durante o a cerim&ocirc;nia comemorativa, na sexta-feira, 10, na sede do INCA, no centro do Rio de Janeiro, ser&aacute; lan&ccedil;ado pelo Instituto o livro&nbsp;<em><strong>Incid&ecirc;ncia, mortalidade e morbidade hospitalar por c&acirc;ncer em crian&ccedil;as, adolescentes e adultos jovens no Brasil: informa&ccedil;&otilde;es dos registros de c&acirc;ncer e do sistema de mortalidade</strong></em>. A publica&ccedil;&atilde;o trar&aacute; a inclus&atilde;o in&eacute;dita das informa&ccedil;&otilde;es sobre morbidade hospitalar, e da faixa et&aacute;ria de 20 a 29 anos (adultos jovens). A base de dados vem das informa&ccedil;&otilde;es sobre incid&ecirc;ncia (coletadas por 25 Registros de C&acirc;ncer de Base Populacional-RCBP), mortalidade (registradas no Sistema de Informa&ccedil;&atilde;o sobre Mortalidade-SIM/Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de), e de morbidade hospitalar (provenientes dos Registros Hospitalares de C&acirc;ncer-RHC).</p> <p style="color: #333333; font-size: 13px; text-align: justify;">O INCA estima a ocorr&ecirc;ncia de 12.600 novos casos de c&acirc;ncer na faixa et&aacute;ria de zero a 19 anos em 2017. O chamado c&acirc;ncer infanto-juvenil inclui, na verdade, v&aacute;rios tipos de c&acirc;ncer. As leucemias representam o maior percentual (26%), seguida dos linfomas (14%) e tumores do sistema nervoso central (SNC) (13%).</p> <p style="color: #333333; font-size: 13px; text-align: justify;">O Dia Mundial do C&acirc;ncer &eacute; uma iniciativa da UICC, uma organiza&ccedil;&atilde;o n&atilde;o governamental que une a comunidade internacional com o objetivo de reduzir a carga global do c&acirc;ncer, para promover uma maior equidade, e para integrar o controle da doen&ccedil;a na sa&uacute;de mundial e na agenda de desenvolvimento.</p> <p style="color: #333333; font-size: 13px; text-align: justify;">Fundada em 1933 e com sede em Genebra, conta com a ades&atilde;o de mais de 800 organiza&ccedil;&otilde;es em 155 pa&iacute;ses, entre elas as principais sociedades de c&acirc;ncer do mundo, minist&eacute;rios da sa&uacute;de, institutos de pesquisa, centros de tratamento e grupos de pacientes. A Dire&ccedil;&atilde;o-Geral do INCA integra seu corpo diretivo, que se re&uacute;ne duas vezes ao ano, para tra&ccedil;ar planos e avaliar projetos em andamento.</p> <p style="color: #333333; font-size: 13px; text-align: justify;">A campanha do INCA para o Dia Mundial do C&acirc;ncer 2017 tem como o mote a frase &ldquo;N&oacute;s Podemos Eu Posso", sugerida pela UICC para ser trabalhada entre os anos de bi&ecirc;nio 2016 e 2018.&nbsp;<br /> <br /> FONTE:PORTAL INCA<br /> <br /> <br /> <img alt="" src="/FixedFiles/Noticia/16427679_1491825924174426_59297730349534429_n.png" /></p>
Ver todas as novidades Ver todos os cursos e eventos