Ampliação

Maternidade

Pronto Socorro

SADT

Agendar Consultas

(11) 4993 3773

Agendar Exames

(11) 4993 3767

Pronto atendimento

O serviço de Pronto-Atendimento do HMCG está à disposição 24 horas por dia para atender as urgências em diversas especialidades.

Saiba mais

Maternidade

A Maternidade do Hospital Christóvão da Gama oferece todo conforto e segurança para este momento tão esperado: A CHEGADA DO BEBÊ.

Saiba mais

Localização das unidades

Todos

O Lorem Ipsum é um texto modelo da indústria tipográfica e de impressão. O Lorem Ipsum tem vindo a ser o texto padrão usado por estas indústrias desde o ano de 1500, quando uma misturou os caracteres.

Novidades

Câncer infanto-juvenil é tema do Dia Mundial do Câncer 2017

03/02/2017
<h2 style="font-size: 20px; font-weight: bold; color: #a83f3f; font-family: arial; text-align: justify;"></h2> <span style="color: #333333; font-family: arial; font-size: 13px; text-align: justify;">A campanha do INCA para o Dia Mundial do C&acirc;ncer (4 de fevereiro) deste ano tem como tema o c&acirc;ncer infanto-juvenil.&nbsp; No Brasil, o c&acirc;ncer &eacute; a principal causa de morte por doen&ccedil;a em crian&ccedil;as e adolescentes, sendo superada somente pelos acidentes e mortes violentas. Entre 2009 e 2013, o c&acirc;ncer foi respons&aacute;vel por cerca de 12% dos &oacute;bitos na faixa de 1 a 14 anos, e 8% de 1 a 19 anos. No Brasil, foram registradas 2.724 mortes por c&acirc;ncer infanto-juvenil em 2014 (ano mais recente com informa&ccedil;&otilde;es compiladas).</span> <p style="color: #333333; font-size: 13px; text-align: justify;">Durante o a cerim&ocirc;nia comemorativa, na sexta-feira, 10, na sede do INCA, no centro do Rio de Janeiro, ser&aacute; lan&ccedil;ado pelo Instituto o livro&nbsp;<em><strong>Incid&ecirc;ncia, mortalidade e morbidade hospitalar por c&acirc;ncer em crian&ccedil;as, adolescentes e adultos jovens no Brasil: informa&ccedil;&otilde;es dos registros de c&acirc;ncer e do sistema de mortalidade</strong></em>. A publica&ccedil;&atilde;o trar&aacute; a inclus&atilde;o in&eacute;dita das informa&ccedil;&otilde;es sobre morbidade hospitalar, e da faixa et&aacute;ria de 20 a 29 anos (adultos jovens). A base de dados vem das informa&ccedil;&otilde;es sobre incid&ecirc;ncia (coletadas por 25 Registros de C&acirc;ncer de Base Populacional-RCBP), mortalidade (registradas no Sistema de Informa&ccedil;&atilde;o sobre Mortalidade-SIM/Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de), e de morbidade hospitalar (provenientes dos Registros Hospitalares de C&acirc;ncer-RHC).</p> <p style="color: #333333; font-size: 13px; text-align: justify;">O INCA estima a ocorr&ecirc;ncia de 12.600 novos casos de c&acirc;ncer na faixa et&aacute;ria de zero a 19 anos em 2017. O chamado c&acirc;ncer infanto-juvenil inclui, na verdade, v&aacute;rios tipos de c&acirc;ncer. As leucemias representam o maior percentual (26%), seguida dos linfomas (14%) e tumores do sistema nervoso central (SNC) (13%).</p> <p style="color: #333333; font-size: 13px; text-align: justify;">O Dia Mundial do C&acirc;ncer &eacute; uma iniciativa da UICC, uma organiza&ccedil;&atilde;o n&atilde;o governamental que une a comunidade internacional com o objetivo de reduzir a carga global do c&acirc;ncer, para promover uma maior equidade, e para integrar o controle da doen&ccedil;a na sa&uacute;de mundial e na agenda de desenvolvimento.</p> <p style="color: #333333; font-size: 13px; text-align: justify;">Fundada em 1933 e com sede em Genebra, conta com a ades&atilde;o de mais de 800 organiza&ccedil;&otilde;es em 155 pa&iacute;ses, entre elas as principais sociedades de c&acirc;ncer do mundo, minist&eacute;rios da sa&uacute;de, institutos de pesquisa, centros de tratamento e grupos de pacientes. A Dire&ccedil;&atilde;o-Geral do INCA integra seu corpo diretivo, que se re&uacute;ne duas vezes ao ano, para tra&ccedil;ar planos e avaliar projetos em andamento.</p> <p style="color: #333333; font-size: 13px; text-align: justify;">A campanha do INCA para o Dia Mundial do C&acirc;ncer 2017 tem como o mote a frase &ldquo;N&oacute;s Podemos Eu Posso", sugerida pela UICC para ser trabalhada entre os anos de bi&ecirc;nio 2016 e 2018.&nbsp;<br /> <br /> FONTE:PORTAL INCA<br /> <br /> <br /> <img alt="" src="/FixedFiles/Noticia/16427679_1491825924174426_59297730349534429_n.png" /></p>

ALERTA! GOLPE SENDO APLICADO EM HOSPITAIS DE SÃO PAULO- CAPITAL, SÃO PAULO-INTERIOR E REGIÃO DO ABCD

28/01/2017
<br /> <br /> ATEN&Ccedil;&Atilde;O! FIQUE ATENTO!!!<br /> <img alt="" src="/FixedFiles/Noticia/golpe.jpg" />

FEBRE AMARELA PODE CONTINUAR A FAZER VÍTIMAS NAS VIAGENS DE CARVANAL, ALERTA ESPECIALISTA DO HOSPITAL CHRISTOVÃO DA GAMA

27/01/2017
<br /> <p style="text-align: justify; line-height: 150%;"><strong>&nbsp;</strong><o:p></o:p></p> <p style="text-align: center; line-height: 150%;"><em>Quem pretende viajar precisar tomar a vacina com, pelo menos, dez dias de anteced&ecirc;ncia</em><o:p></o:p></p> <p style="text-align: justify; line-height: 150%;"><strong>&nbsp;</strong><o:p></o:p></p> <p style="line-height: 150%;"><strong>Janeiro 2017</strong> &ndash; O final das f&eacute;rias se aproxima, mas com ele algumas pessoas trouxeram na &ldquo;bagagem&rdquo; o cont&aacute;gio pelo mosquito transmissor da febre amarela, justamente por terem visitado regi&otilde;es onde h&aacute; surto da doen&ccedil;a como cidades do interior de S&atilde;o Paulo e de Minas Gerais. Por&eacute;m, uma nova temporada de viagem se aproxima com o Carnaval e a vacina, m&eacute;todo mais eficaz de preven&ccedil;&atilde;o, s&oacute; tem efeito comprovado ap&oacute;s dez dias da aplica&ccedil;&atilde;o.<o:p></o:p></p> <p style="line-height: 150%;">De acordo com o m&eacute;dico coordenador do &nbsp;Pronto Socorro Adulto do <strong>Hospital e Maternidade Dr Christ&oacute;v&atilde;o da Gama</strong>, Richard Rosenblat, a aten&ccedil;&atilde;o para casos de infec&ccedil;&atilde;o tem de ser redobrada, pois os principais sintomas s&atilde;o muito similares ao da dengue ou at&eacute; de uma gripe forte.<o:p></o:p></p> <p style="line-height: 150%;">No entanto, explica o especialista, o que diferencia a febre amarela das demais doen&ccedil;as &eacute; a evolu&ccedil;&atilde;o.<br /> Tanto a febre amarela silvestre (mosquito transmissor <em>Haemagogus</em> e o <em>Sabethes</em>)&nbsp;como a urbana (mosquito transmissor <em>Aedes aegypti)</em><em><span style="font-style: normal;">, a exemplo do que o pr&oacute;prio nome sugere, a doen&ccedil;a evolui com o amarelecimento dos olhos e da pele, a chamada icter&iacute;cia&rdquo;, detalha o m&eacute;dico.</span></em><em><br /> </em><em><span style="font-style: normal;">Por isso, orienta, aos primeiros sintomas de febre de origem n&atilde;o determinada, procurar o servi&ccedil;o m&eacute;dico que orientar&aacute; o paciente quanto aos sintomas e tratamento.</span></em><em><br /> </em>O tratamento, segundo explica, &eacute; de suporte, com muita hidrata&ccedil;&atilde;o e sintom&aacute;ticos. As formas graves podem evoluir para o acometimento hep&aacute;tico, renal e hematol&oacute;gico (hemorragias).<br /> Segundo Rosenblat, a &uacute;nica forma de evitar a febre amarela &eacute; atrav&eacute;s da vacina&ccedil;&atilde;o. A vacina est&aacute; dispon&iacute;vel durante todo o ano nas unidades de cuidados de sa&uacute;de de forma gratuita e deve ser administrada pelo menos 10 dias antes do deslocamento para &aacute;reas de risco. A vacina pode ser administrada ap&oacute;s seis meses de idade e &eacute; v&aacute;lida por dez anos.<br /> <img alt="" src="/FixedFiles/Noticia/febre_amarela_grande.jpg" /><br /> <o:p></o:p></p>
Ver todas as novidades Ver todos os cursos e eventos